Trabalho de Campo em Itá

22/06/2015 19:48

Nota sobre participação em trabalho de campo – Itá/SC.

A saída de campo para Itá, em Santa Catarina, foi uma atividade realizada pelo projeto “Pés na Estrada do Conhecimento”, o qual o PIBID de Geografia participa. A atividade constitui Ensino, Pesquisa e Extensão com o objetivo de estimular as práticas de pesquisa no campo. Nesse caso, foi através da disciplina de Iniciação Científica (9º ano do ensino fundamental) do Colégio Aplicação da UFSC, onde acompanhamos os orientandos de Geografia do Professor Leonardo Valenza.

Nos dias 31/05 a 04/06, fomos às cidades de Abdon Batista, Capinzal, Erechim, Aratiba e Itá para nos aproximar mais da realidade de quem viveu e vive com as consequências das obras da Usina Hidrelétrica de Itá, bem como os impactos sócio econômicos e ambientais dessa região.

Visita_ItáAlunos do Colégio de Aplicação da UFSC, do projeto “Pés na Estrada” em visita a hidrelétrica de Itá.

Foto: Leonardo Valenza.

Nessa perspectiva, buscamos nos envolver com os trabalhos dos alunos, e auxiliamos o processo de orientação que tratam de temas pertinentes à geografia como compensação ambiental, formas de energias e impactos socioambientais. Participamos de todo processo de construção do trabalho junto aos orientados do professor Leonardo, o que foi muito válido pois nos ajudou a orientar e trabalhar com os alunos na elaboração do projeto de pesquisa.

entrevista_moradorEntrevista a representante do Movimento Atingidos por Barragens (MAB), feita por alunos do 9º ano do Colégio de Aplicação da UFSC, em trabalho de campo em Itá.

Foto: Leonardo Valenza.

No campo os alunos conseguiram materializar essa pesquisa, tendo a oportunidade de conhecer o MAB (Movimento Atingidos por Barragens), assim como conhecer também a cooperativa de energia sustentável, que atua de uma forma menos impactante. O foco era a visita à Usina Hidrelétrica de Itá, onde foi possível entender a perspectiva não só operacional, mas também a funcionalidade da usina como um todo, principalmente nos impactos que trouxe para a cidade e para a região. Contudo, o campo com os alunos dos foi uma oportunidade de aprender, ensinar e compartilhar experiências.

Participaram do campo os academicos do PIBID Filipe Giovani e Renata Bruckmann. A orientação em sala na disciplina, contou também com a academica Bárbara Cibele de Cezaro Eberhardt.